segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Peixinho ?? Que tal esse salmão exótico ???





Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 1 porção



Ingredientes:
  • 1 filé de 130g de salmão com pele
  • 1 colh. (sopa) + 1 1/2 colh. (chá) de shoyu
  • 2 colh. (chá) de azeite de oliva
  • 1/2 colh. (chá) de xarope de romã
  • 1/2 pimentão vermelho
  • 1/2 pimentão amarelo
  • 1 dente de alho
  • 1/2 pimenta dedo-de-moça sem sementes
  • 1/2 colh. (chá) de raspas de gengibre fresco
  • 1 colh. (chá) de vinagre de vinho branco

Preparo:
1.     Em uma tigela, misture 1 colh. (sopa) de shoyu, 1 colh. (chá) de azeite e o xarope de romã. Misture bem. Faça três ou quatro cortes na pele do salmão para evitar que ele encolha na frigideira e mergulhe o peixe na mistura, virando-o bem para recobrir-se da marinada. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por meia hora.

2.     Fatie os pimentões, o alho e a pimenta. Aqueça o restante do azeite em uma frigideira e coloque o alho, a pimenta, os pimentões e o gengibre, e refogue em fogo médio até que os pimentões estejam macios. Junte o shoyu restante e o vinagre, cozinhe por 1 minuto e desligue o fogo. Mantenha os pimentões quentes enquanto prepara o peixe.

3.     Aqueça uma frigideira em fogo alto. Retire o salmão da marinada, deixe escorrer um pouco e coloque-o com a pele virada para baixo, abaixando o fogo para médio para não queimar a pele. Cozinhe por 5 minutos (ou mais se o filé for muito alto), vire e cozinhe por mais 3 minutos. Sirva imediatamente, com os pimentões quentes por cima, acompanhado de uma salada de rúcula ou outra folha amarga.


**Cuidado apenas ao comprar o xarope: não compre o xarope rosa-choque com gosto de pirulito. O xarope usado aqui é escuro e tem consistência de melaço.





Bjos mil ....
Josie Rumualdo

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Descubra qual o seu tipo de pele



Olá meninas ...

Vemos nas prateleiras das drogarias e lojas de cosméticos uma infinidade de produtos, desde o mais basiquinhos até o mais "top" para tratamentos e cuidados com a pele.

O problema é: Será que este produto ultra, super, master, blaster, mega serve para o meu tipo de pele?? E ainda, qual é o meu tipo de pele??

Pensando nisso, fui pesquisar em livros e internet para saber como uma pessoa pode identificar qual o seu tipo de pele e encontrei esse questionário fantástico da Dra Érica Monteiro. Ele é baseado no questionário de 64 perguntas desenvolvido pela Dra. Leslie Baumann para classificar os 16 tipos de pele (SIM, 16 tipos de pele !!!).

Aqui fica o link para que você possa responder o questionário e ver a sua pontuação, tendo assim, o seu tipo de pele.

http://www.dermatologia.com.br/16tiposdepele/step1.php

Vale a pena conferir !!!!

Bjos mil ....
Dra Josie Rumualdo.

domingo, 5 de setembro de 2010

Fototipo de pele ... qual o seu ???

Nós estamos acostumadas a classificar a nossa pele entre seca, mista ou oleosa, mas existem uma série de outras classificações. Uma das mais importantes é a do fototipo que irá determinar os cuidados principais com a pele contra o foto-envelhecimento bem como o nível de cuidados que devemos ter em relação a exposição ao Sol (sempre lembrando que mesmo as pessoas de pele negra devem ser proteger contra os danos causados pelo Sol na pele).
O fototipo é determinado pela quantidade de melanina presente na pele, isso é, o quanto e como a pele reage ao sol. Noção dos fototipos também auxilia na hora de escolher que maquiagem aplicar. 
Classicamente podemos dividi-los em seis tipos (classificação de Fitzpatrick)

Fototipo 1 – a mais sensível, a pele queima com muita facilidade quando exposta ao sol, nunca bronzeia.



Fototipo 2 – também muito sensível ao sol, queima com certa facilidade e quase nunca bronzeia.




Fototipo 3 – pele com sensibilidade media ao sol, queima tanto quanto bronzeia.




Fototipo 4 – menos sensível do que o fototipo 3, queima pouco e bronzeia com facilidade.




Fototipo 5 – pouca sensibilidade ao sol, queima-se raramente e facilmente se torna bronzeada.




Fototipo 6 – nada sensível ao sol, nunca queima, é completamente pigmentada.





Como a incidência dos raios ultravioletas está cada vez mais agressiva na Terra, as pessoas de todos os fototipos devem estar atentas e se protegerem quando expostas ao sol. Os grupos de maior risco são os do fototipo I e II, ou seja: pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros. Além destes, os que possuem antecedentes familiares com histórico da doença, queimaduras solares, incapacidade para bronzear e pintas.


A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que todas as medidas de proteção sejam adotadas na quando houver exposição ao sol: uso de chapéus, camisetas e protetores solares. Também deve ser evitada a exposição solar entre 10 e 16h (horário de verão). É importante ressaltar que as barracas usadas na praia sejam feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.


Para o uso de filtros solares, é sugerida a reaplicação a cada duas horas. O ideal é que o Fator de Proteção Solar (FPS) seja, no mínimo, 15.

Beijos mil ...
Dra Josie Rumualdo.